Diabetes

Tratamentos para Diabetes: As Melhores Opções

sdfdsf32324

O tratamento da diabetes, normalmente, procura apropriar a alimentação e recomendar a ingestão de alguns remédios. No caso da diabetes tipo 1, o medicamento usado é a insulina, e na diabetes tipo 2 é utilizado alguns hipoglicemiantes.

Seja na diabetes tipo 1, seja na diabetes tipo 2 é indicado seguir a risca uma dieta especifica e realizar atividades físicas com regularidade, já que os exercícios aumentam a capacidade de absorção do açúcar no sangue.

Conheça o tratamento para diabetes tipo 1

O Diabetes Tipo 1O tratamento para diabetes tipo 1 se refere a utilização da insulina até 3 vezes ao dia ou por meio de uma bombinha de insulina que vai soltando o remédio na corrente sanguínea aos poucos ao longo do dia.

É essencial também realizar uma dieta para diabéticos e realizar exercícios físicos todos os dias.

Para o controle da enfermidade é essencial checar o índice de açúcar no sangue todos os dias, fazendo uso das tiras reagente e o glicosímetro.

Conheça o tratamento para diabetes tipo 2

O tratamento para diabetes tipo 2 pode ser realizado com o consumo de medicamentos hipoglicemiantes, que auxiliam na secreção de insulina pelo pâncreas. Alguns desses remédios são: sulfonilureias, glinidas e inibidores da alfa-glicosidase.

Normalmente, o tratamento começo com o uso de apenas um desses remédios e, posteriormente, o médico avalia a necessidade de mesclar outros medicamentos, só que é normal que apenas na terceira idade, o diabético seja obrigado a consumir mais dois remédios para controlar a sua diabetes tipo 2. Além disso, manter uma dieta saudável e realizar atividades físicas com freqüência é essencial para manter a enfermidade sob controle.

Conheça o tratamento para diabetes gestacional

O tratamento para a diabetes gestacional pode ser realizado por meio de uma dieta com um teor pequeno de açúcar, de gordura e de carboidratos, atividade física constante e, em algumas situações, a utilização da insulina é essencial para reduzir o perigo da permanência da diabetes depois do nascimento da criança.

Conheça o tratamento natural para diabetes

Além de realizar religiosamente todas as indicações do seu médico, o paciente pode usar a linhaça, a farinha da casca de maracujá e beber suco de laranja com freqüência, já que esses alimentos auxiliam no controle da taxa de açúcar na corrente sanguínea.

Vale destacar ainda que um programa reforçado com as pesquisas e as informações mais recentes obtidas a respeito da enfermidade também pode ser de grande valia para ajudar no desafio de controlar a doença de maneira natural.

Para facilitar esse aspecto da vida do diabético, o médico Doutor Rocha reúne todo seu conhecimento, acumulado ao longo dos anos de pesquisa e da pratica da profissão, para criar o programa Diabetes Controlada para ajudar as pessoas a possuírem a um padrão de vida com mais qualidade.

É de vital importância mencionar que todo o programa pode ser acessado no formato de vídeos-aulas, isso significa que você pode esclarecer as suas dúvidas a qualquer hora e em qualquer lugar precisando apenas de um dispositivo eletrônico e acesso com a internet.

De forma prática e interativa, Doutor Rocha já beneficiou mais de 27 mil pessoas com o seu programa e tem o desejo de expandir e disseminar ainda mais os seus conhecimentos para mudar a concepção sobre a diabetes e garantia uma rotina muito mais tranqüila à todos que contraíram essa doença.

Dieta para diabéticos

A dieta para quem sofre com a diabetes pode ser feita por um nutricionista, desde que levando em consideração a faixa etária e o estilo de vida da pessoa. Geralmente, as sugestões para a dieta são:

  • Alimentar-se a cada três horas;

  • Comer alimentos diet;

  • Alimentar-se com mais fibras e mais cereais;

  • Deixa de lado alimentos com gordura saturada e carboidratos simples, como a carne vermelha, o arroz e a batata;

  • Tomar muita água;

  • Nem pensar em consumir açúcar.

Ao obedecer a essa normas e cumprir criteriosamente a dieta repassada pela nutricionista afastar o perigo de problemas em função da diabetes, como, por exemplo: a neuropatia diabética, complicações nos rins, perda parcial e até completa da visual e demora na cicatrização de ferimentos e hematomas. Vale ressaltar que qualquer diabético pode levar uma vida tranqüila desde que seja acompanhado por um médico de confiança e respeite as considerações.

Comentário