Alimentação Saudável

Spirulina: Motivos para você ingerir spirulina no dia a dia

saiba o que é a spirulina

Você que deseja perder peso, ou manter a forma, pense comigo: tente imaginar um tipo de alimento que seja capaz de garantir uma boa quantidade de proteínas de tudo o que precisamos todos os dias e, além disso, ainda: consiga ajudar a prevenir alergias, reforçando o sistema imunológico; exerça um grande controle sobre a nossa pressão arterial; colesterol; diabetes e seja um excelente emagrecedor… Enfim, só em sonho, certo? Errado! Esse verdadeiro milagre do mundo das dietas tem nome: spirulina!

O que é a spirulina?

Embora por muito tempo tenha sido considerada uma alga, na verdade, a spirulina seria, de fato, uma bactéria – do tipo cianobactéria, por sua característica de conseguir fazer fotossíntese, ou seja, fabricar oxigênio pelo contato com a radiação solar.  Essa bactéria já é conhecida pelo homem desde o século IX, mas seus estudos sobre suas propriedades e efeitos são apenas recentes. Mas antes tarde do que nunca, não é mesmo?

saiba o que é a spirulina

Qual é a composição da spirulina?

A spirulina, como não poderia deixar de ser, com tantos benefícios, só poderia ser um alimento com uma composição muito especial: sua maior parte é feita a partir de proteínas – por volta de 60% – vitaminas das mais variadas como o betacaroteno – que pode se transformar na importantíssima vitamina A – vitamina B12 e muitos minerais, como selênio – com propriedades anticancerígenas – zinco, ferro – que previne a anemia – cálcio e cobre. Tudo isso sem se esquecer de seus ácidos graxos essenciais – daí a propriedade de alto emagrecimento.

Dicas de benefícios da spirulina

A seguir, decidimos listar os diversos benefícios que a spirulina é capaz de oferecer à saúde de todos, no dia a dia. Acompanhe e impressione-se você também com tudo o que essa bactéria é capaz de realizar pelo seu organismo!

Contribui para a função anabólica

Por conter boa concentração de proteínas, a spirulina tem sido utilizada para ajudar a construir massa magra – função anabólica – entre o público amante de fitness e atividades ligadas à musculação. Entretanto, é preciso ressaltar que, como a spirulina é uma bactéria, normalmente consumida em pó, ou cápsulas, é necessário um vasto consumo desse alimento, para que se iguale às propriedades anabólicas de alimentos como legumes, carnes ou nozes.

Evita muitos tipos de alergia

Cientistas descobriram, mediante estudos empreendidos no ano de 2008, que diversos pacientes alérgicos que consumiram spirulina relataram melhora em relação a sintomas de alergias. Certas análises bioquímicas, inclusive, expuseram que a spirulina ajuda a interromper a liberação de histaminas, que são elementos que auxiliam para sintomas de alergias em geral, tais como: secreção nasal, olhos com lacrimejamento, coceiras na região do nariz e olhos, entre outros.

Propriedades antivirais e bactericidas

Experimentos diversos também chamaram a atenção de toda a comunidade científica, para os efeitos sobre o combate do vírus da AIDS, herpes e gripe. Entretanto, ainda deverá haver testes em humanos, para que se chegue a dados mais conclusivos sobre esse assunto.

Curiosamente, e muito possivelmente pelo fato de a própria Spirulina ser uma bactéria em si mesma, é capaz de ajudar a outras bactérias “do bem” a crescer e compor uma flora intestinal mais robusta, ampliando a imunidade e tendo função auxiliar, em tratamento e controle de infecções geradas pela candidíase.

Efeitos sobre o emagrecimento

Embora se diga popularmente que a spirulina emagrece, ainda não há estudos definitivos sobre o tema, e a comunidade científica ainda não tem um veredito, a respeito de se a spirulina serve ou não para emagrecer. Em tese, todas as hipóteses que relacionam o consumo de spirulina ao emagrecimento, baseiam-se em um componente da bactéria, que seria a fenilanina, capaz de influenciar a produção de neurotransmissores, como a dopamina e outros. Esses neurotransmissores são importantes agentes mensageiros ao sistema nervoso central, que indicam que já estamos saciados e não precisamos comer mais; daí, o indivíduo começaria a ingerir menores porções de alimento, o que resultaria em emagrecimento, por um efeito de “enganar” o cérebro.

Além disso, a spirulina é capaz de absorver quantidades de água, funcionando como uma esponja e aumentando de volume, bem no estômago, o que também dá saciedade.

Outra corrente associa os ácidos graxos essenciais, também presentes na composição da spirulina ao emagrecimento, por combater a inflamação dos adipócitos, reduzindo a gordura na região do abdômen.

Aliada na luta contra diabetes e colesterol

Em outro estudo, um grupo de 37 pessoas, que eram portadoras de diabetes tipo 2, começaram a seguir um programa por 3 meses, no qual consumiam um suplemento, contendo 8 gramas de spirulina, todos os dias. Isso serviu para reduzir, de modo expressivo, níveis de triglicerídeos, de pressão arterial e de colesterol ruim – todos grandes vilões do sistema cardiovascular humano.

Outras vantagens

A spirulina ainda contém bons relatos de melhora da qualidade da pele, cabelos e unhas – o que se deve à boa concentração de betacaroteno / vitamina A – e ajuda a suavizar os desagradáveis sintomas da tensão pré-menstrual, e dá energia, eliminando o cansaço para realizar atividades diárias.

Veja mais informações: http://www.spirulina.net.br/

Comentário