Doenças

Sintomas da candidíase: principais indicativos

Os sintomas da candidíase são bastante variados, especialmente porque a própria condição de saúde é bastante variada. Ela é causada pelo excesso de desenvolvimentos dos fungos Candida, e a subespécie do fungo, bem como o local onde ele afeta, é o que determina o tipo de candidíase que se desenvolverá.

Entre os locais mais comuns de infecção, a boca, o trato digestivo e a vagina são destaque. É possível, no entanto, que até mesmo a corrente sanguínea seja afetada, especialmente em pessoas que estão com o sistema imunológico comprometido.

Saber perceber os sintomas da candidíase é uma necessidade: quanto antes o tratamento for iniciado, mais rápido e menos danoso ele será. Veja quais são os sintomas da candidíase percebidos entre as principais manifestações dessa condição:

Quais são os sintomas da candidíase?

Saber quais são os sintomas da candidíase exige tratar de cada forma de candidíase separadamente. Entre as principais formas, destacam-se:

Candidíase orofaríngea

Também conhecida como candidíase oral ou sapinho, trata-se de uma infecção da boca, que acomete especialmente bebês, idosos e pessoas com o sistema imunológico comprometido. Ela afeta as superfícies em torno dos lábios, dentro das bochechas, na língua e no céu da boca.

Manchas brancas ou amareladas, vermelhidão na pele, inchaços e, até mesmo, rachaduras nos cantos da boca estão entre os sintomas mais comuns apresentados pela candidíase oral.

Esofagite

Quando a condição se espalha para o esôfago, ela adquire o nome de esofagite. Normalmente, ela é percebida após a condição que afeta a área da boca, e passa a incluir vermelhidão e sensibilidade também na garganta. Além disso, dificuldades para engolir se tornam mais comuns. Em alguns casos mais graves, o desconforto pode gerar até mesmo dores no peito.

Candidíase cutânea

Neste caso, a pele é afetada, resultando em coceira, dores e sensibilidade. Em alguns casos, é possível observar manchas na pele, embora as manifestações mais comuns sejam a vermelhidão e o aspecto de esfolamento na pele. Além dos aspectos visuais, é comum perceber uma sensibilidade exagerada nos locais da vermelhidão. Em situações mais graves, a pele tende a se manter úmida e, até mesmo, apresentar pequenos machucados.

Candidíase genital

Os sintomas da candidíase genital podem ser divididos entre aqueles que acometem os homens e as mulheres. As ocorrências femininas são muitos mais comuns, e estima-se que três quartos de todas as mulheres terão o problema ao menos uma vez na vida, enquanto quase metade delas terão a condição mais de uma vez.

A candidíase vaginal gera coceira, vermelhidão, sensação de ardência, sensibilidade e inchaço na vagina, além de estimular corrimentos com odores diferentes daqueles que são comuns no ciclo menstrual. Já a candidíase que afeta o pênis apresenta, além destes sintomas (exceto os corrimentos), a presença de machucados e pequenas rachaduras na região do pênis.

Candidíase interna

A candidíase interna é a mais grave de todas as formas da doença. Trata-se de uma circunstância na qual os fungos afetam a corrente sanguínea, podendo chegar aos órgãos internos.

Os sintomas da candidíase interna são bastante distintos, por trata-se de uma grave infecção que não dá sinais do problema, exceto no acúmulo de fungos no sangue. Muitas vezes, a condição só é percebida quando o paciente sofre a falência de algum órgão interno afetado pelo problema.

Recomendados para você:

Comentário