Emagrecer

Picolinato de Cromo: saiba como ele pode ajudar você a emagrecer

picolinato-cromo

Já ouviu falar de Picolinato de Cromo? E aquela vontade quase incontrolável de comer doces, você conhece ou sabe de alguém que se esforça para fugir das tentações açucaradas? Pois uma coisa tem tudo a ver com a outra.

Eu explico! É que essa palavrinha aparentemente difícil promove o bom aproveitamento da insulina, ajudando a reduzir essa fissura por guloseimas. Um aliado importante de quem não consegue perder peso devido ao consumo de grandes quantidades delas.

Tudo porque as altas variações nos níveis desse hormônio em nosso sangue, geralmente provocadas pela elevada ingestão de açúcar refinado e carboidratos, facilitam o acúmulo de gordura e estimulam o desejo de ingerir mais carboidratos. Um ciclo às vezes difícil de quebrar, não é mesmo?

O Picolinato de Cromo atua em enzimas ligadas ao metabolismo energético, auxiliando na redução da fome e da necessidade de alimentos calóricos. E mais…

O que é Picolinato de Cromo

O Picolinato de Cromo nada mais é do que um composto químico, um complexo vermelho brilhante derivado do cromo e ácido picolinato, comercializado como suplemento dietético.

É uma boa fonte de cromo, mineral indispensável à utilização de insulina no nosso corpo. O que tem ligação direta com o emagrecimento porque essa atuação colabora com o recebimento da glicose, a circulação sanguínea e a manutenção dos níveis de açúcar.

Funciona assim: em quantidade suficiente, o cromo auxilia o organismo no uso da insulina, o hormônio que leva o açúcar do sangue (glicose) para as células, onde é usado como fonte energética.

Ao facilitar esse processo, o Picolinato de Cromo favorece o ganho de “combustível” para realizarmos nossas atividades, a queima de gordura e a construção muscular.

E os resultados na definição dos músculos podem ser ainda melhores se ele for tomado em conjunto com a prática regular de exercícios físicos e uma dieta equilibrada.

Por isso, essa substância vem se tornando um suplemento bastante procurado por atletas, e vendido como um grande avanço no metabolismo de glicose e de gorduras, emagrecimento e no controle da pressão arterial alta e colesterol.

Evite excessos!

Ainda há controvérsias sobre a dosagem ideal de Picolinato de Cromo. Mas o recomendado atualmente por profissionais de nutrição é que ela não seja superior a 200mcg por dia.

Como precisamos de pequenas doses diárias desse elemento, a deficiência de cromo no organismo é rara. E vale a pena lembrar também que, da mesma forma que outros suplementos, seu uso isolado, não vai garantir a perda de peso.

O uso indiscriminado de Picolinato de Cromo pode prejudicar os rins. Então, antes de correr para a farmácia e adquirir o produto, saiba que o excesso dele pode ser nocivo à sua saúde. Entre os efeitos colaterais estão: insônia, dor de cabeça, vômito e diarreia.

O abuso desse mineral no organismo pode trazer consequências mais graves, como prejuízos hepáticos significativos, anemia profunda e insuficiência renal. Experiências atestam ainda que foram encontradas mutações genéticas e danos ao DNA de ratos que receberam doses altas de cromo.

Apesar de preliminares, os estudos sugerem claramente a necessidade de acompanhamento profissional especializado tanto no consumo habitual dessa substância na dieta quanto em sua complementação alimentar.

Saiba mais sobre o Cromo e o Picolinato

Falando em alimentação, é possível encontrar cromo em produtos de fácil acesso. Além do vinho, a natureza oferece esse elemento em brócolis, fígado, ameixas, nozes, maçã com casca, cereais integrais, levedo de cerveja, queijos, espinafre e cogumelos.

E lembre-se: a prática constante de exercícios físicos e a reeducação dos hábitos à mesa fazem toda a diferença quando o objetivo é mandar alguns quilinhos embora, mas sem comprometer o bem-estar. Certo?

Leia também

 

Comentário