Alimentação Saudável

Fibras: conheça a importância delas para a sua saúde

fibras

Elas estão na lista dos ingredientes indispensáveis ao bom funcionamento do corpo e à boa forma, as fibras. Mas, afinal, onde encontrá-las e como elas atuam no nosso bem-estar? Hoje vamos conversar sobre a importância delas para a saúde.

Primeiro, uma breve explicação: as fibras são divididas em dois tipos, as solúveis e as insolúveis em água. As moléculas delas não são digeridas e nem absorvidas pelo organismo, ou seja, não são fontes de calorias ou de nutrientes.

Então, a pergunta que você deve estar fazendo é: para que consumir fibras se elas não fornecem “combustível” ou substâncias essenciais? A resposta é simples. Precisamos delas porque são uma espécie de vassourinha, que manda embora excessos de açúcar e gordura.

Veja mais razões para incluir as fibras na sua dieta

Aos consumir alimentos ricos em fibras, ajudamos nosso organismo a manter seu equilíbrio, permitindo que estômago e intestinos funcionem melhor. Por meio delas, favorecemos o transito intestinal, prevenindo diversas doenças e a constipação (prisão de ventre).

Para quem está precisando perder peso ou, simplesmente, manter as curvas em dia, as fibras são aliadas poderosas, pois retardam o esvaziamento do estômago, promovendo sensação de saciedade por mais tempo.

Elas têm função protetora do sistema cardiovascular e participam da manutenção de bons níveis de colesterol, glicose e triglicérides. O coração agradece!

Saiba onde encontrar as fibras e viva melhor

Já deu para perceber que sobram motivos para inserir o quanto antes mais fibras no seu cardápio, não é mesmo? E outra boa notícia é que elas são encontradas abundantemente nas feiras ou mercados, em alimentos diversos.

Por isso, encha seu carrinho de legumes, frutas, leguminosas (lentilha, soja, grão-de- bico, feijão) e verduras. E mais: oleaginosas como castanhas e nozes também são excelentes fontes de fibras.

Outros itens que não podem faltar na sua mesa são os cereais integrais. Granola, pães, arroz, farelo de trigo são exemplos deles, para você cuidar da saúde e da forma do café da manhã ao jantar.

Só não vale abusar, combinado? É que aumentar demais a quantidade de fibras na dieta (principalmente com uso de suplementos) sem orientação profissional pode causar efeitos colaterais como desconforto abdominal e diminuição da absorção de nutrientes como zinco e o ferro.

Portanto, uma alimentação balanceada é fundamental. E ela deve incluir, sim, porções diárias de cereais integrais, legumes, verduras e frutas, como indicados na Pirâmide Alimentar Brasileira.

Assim, você terá o necessário para garantir uma rotina com disposição extra e qualidade de vida. No caso das fibras, outra dica é caprichar no consumo de líquidos durante o dia para otimizar os seus benefícios.

Apesar da facilidade de encontrar produtos ricos em fibras, e de custo acessível, pesquisas revelam que os brasileiros não consomem a quantidade ideal delas, de 25 a 30 g/dia por 1.000 calorias, para um adulto saudável.

Já para as crianças acima de 2 anos e adolescentes até 20 anos, o recomendado diariamente é igual ao número da idade mais 5 gramas. Os idosos, por sua vez, devem ingerir de 10 a 13 gramas de fibras para cada 1.000 kcal. 

Conheça mais alimentos ricos em fibras

Para facilitar sua rotina, veja abaixo uma lista com alimentos e sua quantidade de fibras em 100 g

  • Farelo de cereais:   33 g
  • Gérmen de trigo:    14 g
  • Cereais All Bran: 30,1 g
  • Gergelim: 5,3 g
  • Cevada torrada: 5,3 g
  • Goiaba: 5,3 g
  • Repolho: 6,3 g
  • Ervilha: 4,7 g
  • Fava:  3,8 g
  • Amêndoa com casca: 8,8 g
  • Feijão-fradinho: 4,9 g
  • Maracujá: 16,9 g

Agora, é só fazer sua lista de compras. Prateleiras e gôndolas repletas de vida saudável esperam por você! Vai ficar fora dessa?

Até breve!

Comentário