Doenças

Doação de Sangue: Saiba os requisitos e a importância de ser doador!

sangue-doacao

O Mundo está em ruínas. Em vez de melhorar, a cada ano que passa vemos a situação das pessoas piorando. Os avanços tecnológicos acontecem todos os dias, sempre com alguma novidade, mas eles não são capazes de resolver os problemas. Na verdade, o que falta é o amor ao próximo.

As pessoas foram doutrinadas a serem egoístas. Pensar primeiro em si próprio, e depois no próximo. O problema é que o próximo pode precisar da sua ajuda, de uma ação simples, e você não estar presente para ele.

A doação de sangue é um exemplo de atitude simplória que pode fazer a diferença na vida de milhões de pessoas. Se você é doador, parabéns. Caso não seja, recomendo que leia esse artigo até o fim.

Ter cuidado e zelar pelo seu irmão, pela pessoa que divide a Terra com você, é o que nos faz humanos e carinhosos. O amor constrói. Basta que nós ofereçamos espaço a ele. Vamos conferir mais detalhes? Veja o infográfico abaixo:

infografico sobre doação de sangue

Saiba Mais sobre Doação de Sangue…

Por que doar sangue?

Acidentes acontecem dia após dia, a todos os momentos. É impossível evita-los, já que estamos sempre sujeitos aos riscos do cotidiano. O que podemos fazer é diminuir o número de pessoas que venham a óbito.

A hemorragia é um dos principais problemas, pois a perda de sangue ocorre muito rapidamente, e sem ele o corpo e o cérebro não se sustentam. Dessa maneira, a doação de sangue tem uma grande importância, a fim de evitar que acidentados faleçam a todo instante.

Alguns tipos sanguíneos são mais difíceis de ser adquirido, o que dificulta para o banco de sangue auxiliar todas as pessoas que precisam dos mesmos. Logo, a doação mantém o estoque alto, sempre pronto para ajudar a quem necessita.

Ao doar sangue, você estará dando um exemplo de cidadania e impulsionando outras pessoas a fazer o mesmo. Gentilezas geram gentilezas. No futuro, eu e você podemos nos acidentar e precisar de sangue do próximo. Pratique boas ações!

Como doar sangue?

Para realizar a doação de sangue, é importante que você o faça de maneira segura e oficial. Seringas podem conter vírus, logo, você pode ter o azar de ganhar alguma doença muito séria! Pratique bons atos, mas em segurança.

Por isso, pesquise pelos bancos de sangue próximos de sua casa. Em toda cidade, há alguma! Nas metrópoles, como São Paulo, a demanda é grande, e o número de postos é mais alto. A melhor maneira para saber mais detalhes é entrando no site de instituições de banco de sangue.

Por via de regra, você não precisa marcar um horário. Basta que se dirija ao local dentro do horário comercial, e será atendido. “Mas eu trabalho o dia todo!”. Não tem problema: todo doador de sangue ganha um dia de abono na empresa, justamente porque a companhia sabe que você está ajudando muitos outros indivíduos.

De todo modo, apenas boa vontade não é o suficiente. Doar sangue requer que o interessado passe por uma série de requisitos, de modo a protege-lo de problemas e evitar complicações com os receptores.

Você pode descobrir se está apto para doar logo abaixo. Confira!

Requisitos para doação de sangue

As normas que citaremos estão presentes tanto no Brasil quanto no exterior. Elas foram criadas pelo Ministério da Saúde, Associação Americana e Conselho Europeu de Banco de Sangue, de modo que o receptor e o doador fiquem protegidos e seguros.

Os requisitos para doar se dividem em 3 tipos: básico, impedimento temporário e impedimento definitivo. O ideal é ler cada um deles atentamente e ser muito honesto, pois as vidas de duas pessoas estão em jogo: a sua e a do doente.

Requisitos básicos para doar sangue

Primeiramente, você tem que se assegurar de que está com boas condições de saúde. Além disso, necessita ter entre 16 e 69 anos de idade, pesando no mínimo 50 kg. Estar alimentado e descansado é essencial!

Não se esqueça de apresentar um documento que comprove a sua identidade.

Impedimentos temporários

Caso esteja resfriado, espere 7 dias para que os sintomas se dissipem. Grávida não pode doar sangue, tampouco se teve o parto entre 3 e 6 meses. Mãe que amamenta também não pode doar!

Esqueça a bebida alcoólica 12 horas antes de ir ao posto e assegure-se de que sua tatuagem foi feita há mais de 12 meses. Quem teve malária há 1 ano, também precisa esperar.

Impedimentos definitivos

Por fim, esse grupo é composto por pessoas que nunca poderão doar sangue. Quem apresentou quadro de hepatite após os 11 anos de idade, não poderá ajudar dessa maneira. Doentes com infecções transmissíveis, como a AIDS e a Doença de Chagas, também não podem doar.

O uso de drogas ilícitas injetáveis também impossibilita, por colocar a vida do receptor em risco.

 

Agora me responda: você pode doar? Caso a resposta seja positiva, corra a um posto e exerça sua cidadania!

Comentário