none

Chá de verbena

A verbena é uma flor conhecida por muitos com o nome de erva-de-ferro ou planta-da-sorte. Além de ser um ótimo colírio para os olhos no ambiente caseiro, ela combate doenças e tem propriedades curativas. No folclore mundial, esta flor também funciona como uma arma poderosa contra hipnoses vampíricas e mordidas de lobisomens. A verbena é muito utilizada na atualidade para combater o estresse, a ansiedade e a depressão. Seu uso como planta medicinal, data desde a época dos egípcios. Estes extraiam o óleo desta planta para fazerem desde perfumes afrodisíacos a gomas que serviam para embalsamar as múmias. A planta se encontra presente em diversas receitas, tanto nos livro dos vivos, como no livro dos mortos.

Os hebreus que também faziam uso da planta e do seu chá, já perceberam outros usos medicinais. Para eles o chá de verbena era capaz de combater vermes parasitas, infecções de peles, picadas de insetos, anemias e disfunções do trato urinário. Conhecida botanicamente, hoje em dia, como verbena officinalis L., seu chá traz inúmeros benefícios para o corpo humano; Estes são: combate a conjuntivite, artrite, problemas respiratórios, de coração, estomacais e cólicas pré menstruais. Além dessas coisas, ele tem poder afrodisíaco e laxativo. Recentemente foi descoberto que o chá pode tratar também o câncer de baço e o câncer de escroto, além de combater ativamente a úlcera gástrica.

Mesmo com todo esse poder curativo, é necessário tomar alguns cuidados com o uso desse chá. Mulheres durante o período menstrual ou em gestação, não devem consumir o chá de verbena em nenhuma hipótese. Ele pode acarretar vômitos e aumentam a chance de aborto. Pessoas com disfunção da tireoide também não devem consumir o seu chá, pois estas podem sentir seus sintomas ampliados e uma agravação do quadro da doença. Mesmo sem que se tenha disfunções na tireoide, seu uso contínuo em longos períodos causa o hipotireoidismo.

Em comunidades pequenas, do interior do Brasil, esse chá era muitas vezes usado pelas populações para provocar o nascimento prematuro de fetos ou no auxilio do aborto. Hoje, nos grandes centros, ele é utilizado no combate do estresse e como planta ornamental. Para cultivar essa planta com o intuito de embelezar o lar é necessário plantar as suas sementes vinte centímetros embaixo da terra e a aproximadamente 30 a 40 centímetros de distância de outras plantas. Pois, ela precisará de bastante espaço para crescer. Além disso é importante regá-la todo dia, pois ela precisa do solo bem úmido para crescer.

O chá de verbena também é de fácil preparo, basta apenas ter uma colher de sopa de raízes ou flores da verbena e coloca-los em quinhentos m/l de água mineral. Depois de descansar por trinta minutos, deve-se ferver bem, enquanto morno, é necessário coar e então estará pronto para consumo. É salutar lembrar aqui, que caso se esteja usando algum tipo de medicamento é importante consultar previamente um médico, pois devido as suas propriedades a Verbena pode cortar o efeito de alguns anti-inflamatórios, além de poder causar outros tipos de interações medicamentosas e efeitos colaterais.

Recomendados para você: