Pedro Mendes

TEMA: Chá de maçã

Utilizada na cozinha nas mais diversas preparações e largamente utilizada na indústria alimentícia devido aos seus compostos como a pectina, por exemplo, que confere consistência gelatinosa aos produtos, a maçã, fruto mítico mencionado em contos de fadas, em textos bíblicos e até, conforme descrito na literatura, utilizado em cerimoniais nórdicos, vem sendo objeto de estudos científicos, para investigação de suas propriedades benéficas para a saúde. A maçã é fruto da macieira, de nome científico Malus domestica, pertencente à família Roseaceae, originária da Ásia .

Seu cultivo remonta a milhares de anos na região que abrange Ásia e Europa, tendo sido trazida para a América por colonizadores europeus que povoaram o norte do continente. Tão versátil e nutritiva, descobriu-se que a maçã também possui propriedades medicinais e, nesse sentido, mais uma vez, a o destaque vai para a pectina. O carboidrato complexo, descoberto por um cientista francês, recebeu esse nome como referência à sua principal propriedade, que é a de conferir consistência.

Os benefícios do chá de maçã

No centro de estudos recentes que buscavam justificativas para os possíveis efeitos protetores do sistema cardiovascular, verificou-se que a pectina atua na absorção de ácidos biliares, o que, por meio de mecanismo complexo, promove a redução dos níveis séricos (livres no sangue) de colesterol. 

No entanto, outros estudos verificaram que o efeito significativo na redução dos níveis de colesterol não se deve somente à ação da pectina, mas também de compostos fitoquímicos, como taninos e fenóis, que teriam propriedades antioxidantes. Tais compostos, conforme constatado, se concentram em maiores quantidades na casca da fruta, justamente a parte utilizada no preparo do chá, pelo método de infusão.

Além do efeito no sistema cardiovascular, acredita-se que o poder antioxidante conferido pelos compostos fitoquímicos aja, também, na prevenção do envelhecimento precoce da pele, e na prevenção de doenças como o Mal de Parkinson a doença de Alzheimer, além de contribuir para a melhora do sistema imunológico.

Como prepara

Existem muitas maneiras de preparar o chá de maçã, além do método de infusão mencionado acima. Pelo método de decocção (fervura do material misturado à água), pode utilizar-se somente a casca, polpa e casca, e até mesmo a adição de outras frutas, sucos de frutas e especiarias, como a canela. No entanto, é preciso ficar atento quanto à interação que pode ocorrer entre os compostos da maçã e de outros ingredientes, pois algumas substâncias competem entre si, podendo bloquear a absorção de outras, ou mesmo produzindo substratos prejudiciais à saúde.

Aviso importante

Dessa maneira, vale sempre lembrar que o uso de chás, embora sejam produtos naturais, deve ser feito com base em orientações profissionais especializadas, justamente devido às propriedades fitoquímicas dos vegetais. O ideal é sempre buscar a orientação de um médico ou nutricionista que tenha conhecimentos relacionados à fitoterapia, pois o profissional capacitado irá avaliar suas condições de saúde, hábitos, histórico de doenças e alergias, possíveis interações medicamentosas, para então, determinar uma dosagem e uma frequência seguras, de forma que somente se obtenha benefícios a partir do seu uso, sem sustos.

Recomendados para você: