Pedro Mendes

TEMA: Chá de guaco

Muito utilizada na medicina alternativa,planta vai muito além de um eficaz remédio para tosse.O guaco é uma planta originária da América do Sul, encontrada comumente nas regiões sul e sudeste. Seu nome científico é Mikania glomerata spreng, mas também pode ser chamada pelos nomes de erva de serpentes, erva-de-cobra, cipó-catinga, erva de bruxa, erva-cobre e guaco de cheiro. Alguns destes nomes dados a planta, inclusive, refletem seu uso inicial, já que era utilizada pelos índios brasileiros para combater o veneno de algumas espécies de cobras.

Atualmente, o guaco é popularmente conhecido por ser um medicamento fitoterápico, com propriedades broncodilatadoras, anticépticas e expectorantes. Tradicionalmente, é usado para auxiliar na cura da tosse, gripes, resfriados, bronquites e doenças respiratórias. Este fato se deve a alta concentração de uma substância chamada cumarina, que atua nas vias aéreas e age no tratamento destas doenças. Você sabia que o guaco pode ir muito além de um eficaz remédio para o tratamento dessas patologias? Composto de ácido cinâmico, glicosídeos, resinas, ácidos canrenoico, estigmasterol e taninos, o seu consumo mais comum, é através do chá obtido a partir da infusão das folhas da planta.

Para que serve o chá de guaco?

Além dos benefícios já citados, o chá de guaco pode ser utilizado na cura e no tratamento de doenças como a artrite, úlceras, reumatismo e na colaboração para melhoria de problemas intestinais, já que possui propriedades antiespasmódicas e analgésicas.Ele pode ser utilizado ainda, para o tratamento de neuralgias, feridas, eczemas, problemas de diarreias e cólicas.
Outro benefício pouco conhecido do chá de guaco, é o auxílio que a planta pode oferecer a quem está na luta contra a balança. Por conter propriedades sudoríficas, seu uso pode ajudar na eliminação de toxinas responsáveis pela retenção de líquidos, deixando o corpo mais desinchado. É importante frisar que para obter resultados satisfatórios no uso do chá nesta situação, é necessário seguir uma dieta balanceada e a prática regular de exercícios físicos.

Como preparar o chá de guaco?

O preparo mais comum deste chá, consiste em ferver 200 ml de água e adicionar uma colher de sopa de folhas secas de guaco. Após a fervura, deve-se desligar o fogo e abafar o recipiente com o chá em torno de 10 minutos. Em seguida, basta coar e adoçar com mel. É possível também, fazer o chá com suas folhas frescas. Neste caso, a medida deve ser de 500 ml de água para 2 folhas da planta. A indicação para o consumo deste chá, são de duas xícaras ao dia ou uma colher de chá a cada quatro horas se for utilizado como xarope. Uma dica importante, é que este chá deve ser preparado no momento em que for ser consumido, pois, não pode ser armazenado por longos períodos.

Fique atento: Assim como todos os remédios, com os medicamentos naturais também há contraindicações na hora de sua ingestão. Se você utiliza algum anticoagulante, possui alguma doença no fígado ou é alérgico a cumarinas, deve evitar o uso da planta. A utilização por crianças com menos de um ano e gestantes, também não é indicada.
Vale lembrar que assim como todo medicamento, o uso em excesso pode trazer reações como vômito, diarreia, aumento dos batimentos cardíacos, hemorragias. É importante ressaltar também, que a utilização do mesmo, não deve jamais substituir o acompanhamento médico, pois, apenas um especialista será capaz de dar um diagnóstico preciso de seu caso.

Recomendados para você: